Carnaval... Será que isso me convém?

          O carnaval é celebrado pela maioria do povo no nosso país, é uma data tão significativa na cultura brasileira que inclusive em países estrangeiros o carnaval é uma característica que define o Brasil, assim como o Futebol. Agora, a questão é: Será que para nós, servos de Deus, convém participar dessa comemoração? Apesar das opiniões divergirem bastante, há um senso comum entre os cristãos de que o carnaval não traz boas influências.
Primeiro vamos esclarecer que em geral o carnaval é comemorado a base de muita bebida alcoólica, pessoas quase nuas em público, muita promiscuidade, dentre outras práticas que vão totalmente contra a conduta que um Cristão deve ter. Se alguém diz: “Eu comemorei o carnaval com um churrasquinho lá em casa”, não é esse tipo de ‘comemoração’ que estamos falando. Digo da forma com que a maioria da população brasileira festeja essa data: no Rio de Janeiro e São Paulo com os desfiles carnavalescos, na Bahia com os trios elétricos, e em outras partes do nosso país onde a comemoração toma uma conotação muito sexualizada. Podemos dizer que no carnaval as pessoas se sentem ‘liberadas’ para fazer muitas coisas que não são permitidas no cotidiano e também não são da vontade de Deus. O Senhor nos pediu para termos uma conduta digna perante a sociedade para que possamos ser exemplo, nós devemos ser o SAL e a LUZ do mundo, por isso precisamos fazer a DIFERENÇA, precisamos manter nossa conduta para que consigamos alcançar os corações que ainda não deixaram a mensagem de Cristo entrar.

“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5:16)

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16)

“Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus” (1Cor. 6.9-10)

“Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente." (I João 2 15-17).

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas”. (I Coríntios 6:12)

          Cada um de nós somos responsáveis por nossas atitudes, como disse o versículo anterior “nem tudo me convém”, a Palavra de Deus está aí para nos orientar sobre essas coisas que não convém a um servo de Deus. Temos que estar em comunhão com a Palavra de Deus para que não haja dúvidas em nosso coração. E precisamos ter consciência que no final das contas precisaremos estar preparados para arcar com as consequências de nossas atitudes. Então, vamos festejar sim, mas festejemos a SALVAÇÃO que CRISTO tem a nos oferecer. Glória a Deus por isso!

Um comentário:

Contador de Visitas Mensal